Posts Tagged ‘ 3 estrelas ’

Letra e Música

Então. No começo do filme, fiquei super empolgada. Parece a realização de toda garota que já foi fã alucinada de alguma boy band na pré-adolescência (tipo eu! oiee). A mocinha (Drew Barrymore) acaba indo fazer jardinagem na casa de um ex-cantor (Hugh Grant) de uma banda que fez sucesso nos anos 80. Só que ela nunca foi fã desse tipo de banda e não o reconhece de cara. Com o tempo, eles acabam se tornando amigos e ela o ajuda a compor uma música que ele precisa  apresentar com uma cantora meio bizarra que faz sucesso com os adolescentes.

Tudo bem que filmes de comédia romântica não precisam ser muito profundos. Mas faltou algo, sabe? Não é ruim. Você fica grudado, querendo saber o que vai acontecer… E o fato de ironizar o mercado pop das músicas que fazem sucesso sem uma boa letra é no mínimo interessante. Mas o filme em si não é nenhuma maravilha.

Anúncios

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom

Antes de ver o filme, eu quis ler o livro. Quer dizer, pra ser beeem sincera, esse filme nunca me chamou a atenção. Eu pensava “pra que assistir um filme sobre uma doida viciada em fazer compras? qual a graça?”. Até que um dia resolvi presentear minha prima com o livro. Assim como eu, ela adora livros “Chick lit” e, Os Delírios de Consumo de Becky Bloom estava entre os mais vendidos desse estilo literário.

Assim que minha prima terminou de ler o livro, ela perguntou se eu queria ler também. Acabei aceitando o “desafio” e me surpreendi. Adorei a forma como ele é escrito e como as coisas vão acontecendo na história. Eu não queria parar de ler.

Então, foi eu terminar de ler a última página do livro para ir correndo na locadora pegar o filme.

Achei o roteiro do filme tão modificado que a sensação que eu tive foi a de que não se tratava do livro que eu tinha lido. O filme não é ruim, não. Mas acho que ele ficou um pouco mais escrachado do que ele deveria ser… Exageram muito nas breguices da Becky Bloom e inventaram uma tal echarpe verde que não tinha tanto valor no livro. É, acho que deu pra perceber que eu não gostei muito do filme

Mas, acredito que para quem não leu o livro, ele deve ser mais interessante. Super bobinho, daqueles que a gente já sabe que não vai adquirir conhecimento nenhum. Para quem gosta de praticar o inglês de vez em quando, é até bom assistir com a legenda inglês ou sem legenda alguma.